Cães farejando a outra dimensão

Existe um ser oculto dentro da cada um de nós. É como se um outro eu, em outra dimensão. Mas minhas dimensões parecem misturar-se, desvairar-se e às vezes confundirem-se. Meu outro eu está a amostra. Aquele "eu" rude, sem perdão, sem coração, sem sacríficio.
Impulsiva vou gastando meus créditos. E quando não me resta nada penso em sair de casa, em voltar pra casa. Penso em sair da vida, em voltar pra vida. Meus dois eus começam a se rebelar, confundem-se.
Aumento o volume. Fecho os olhos, pra não ver a estrada passar. Puxo a lavanca, cadeira inclinada. Aumento de novo o som.
♪ eu ia explodir, mas eles não vão ver os meus pedaços por ai / os cães farejam o medo logo não vão me encontrar, não se trata de coragem, mas meus olhos estão distantes me camuflam na paisagem dando um tempo pra cantar. 

1 comentários:

Anônimo 9 de setembro de 2009 08:42  

Encontrei um padrão !!
Você, Anibal e Thales em tempos mais agitados.
É outra coisa que tento fazer sem perceber que tento.

Conter rebeliões.
Manter a ordem e a paz.

(Por isso eu não gosto do cazuza.
O rapazinho era um desordeiro nato.)

(mas eu também tenho dessas rebeliões internas)

edo...

Pesquisa

04/08/2009

No final de 2007 eu perdia o sono semanalmente pensando em algum texto. O cansaço físico me impedia levantar da cama para anotar os poemas, textos e frases que vinham à cabeça. Criei então o Segundo Lílian, em Junho de 2008. Postando anotações feitas na madrugada, sonhos rememorados na manhã seguinte, inspirações do meio do sono vespertino. Sem habilidade de escrita tive um blog trágico, perdi meus leitores e a vontade de escrever.
No final daquele ano resolvi criar o Insônia Registrada. Já que todos meus textos eram decididos durante a insônia, ou me tiravam o sono. Era um novo blog, pensado diferente, com novo tema, nova forma de escrita, novo visual - que já foi modificado uma dezena de vezes - além de agora um período de vida bem mais traduzível em letras.
Hoje, o blog já virou um vício. Textos, links, vídeos, descobertas, lembranças... tudo vem pra cá. Tirando o sono de quem lê também. Tamanho vício me levou a criar um blog de esportes, um de filme, participar brevemente de um blog de humor e me fez até perder a vergonha do Segundo Lílian.
Porque segundo Lílian, a insônia será registrada.